Amante do Fogão 10 min. 15 min.

Olá amantes do fogão! Como vocês puderam ver, em algumas receitas que postei utilizei o óleo de coco, substituindo as demais gorduras da receita. Hoje estou aqui para falar um pouquinho sobre os benefícios desse óleo que já faz parte da minha lista de ingredientes que não podem faltar em casa. Estou comprando dessa marca, pois vende em grande quantidade, galão de 3,2 litros o que acaba valendo super a pena em relação ao custo, já que em comparação com os demais óleos como soja, azeite, canola e girassol ele acaba sendo mais caro, mas vale super a pena. Vamos as informações:

Óleo de coco

O Óleo de Coco Extra Virgem e VIRGEM COPRA são estáveis sob altas temperaturas e não formam as gorduras trans, por esse motivo podem ser utilizados no cozimento, refogados e frituras dos alimentos, substituindo assim todos os chamados óleos de cozinha como o óleo de soja, canola, girassol e o azeite de oliva, que se transformam em gordura trans quando aquecidos, além de não deixar sabor residual nas preparações.

Assim sofre os efeitos da temperatura e abaixo dos 25 graus passa a se solidificar e  acima fica líquido naturalmente. O estado físico não altera as suas propriedades medicinais e pode ser ingerido da forma que melhor se adaptar.

Conforme orientações de especialistas, deve ser ingerido 1 a 3 colheres de sopa ao dia que,  pode se in natura, sobre uma fatia de broa ou pão, substituindo doces e manteiga. Adicionado ao prato de comida já preparado, também no preparo de alimentos doces e salgados, pode ser adicionado ao suco ou vitamina e usado como creme para a pele ou hidratante para o cabelo. Outra opção é colocar uma colher de sopa do ÓLEO EXTRA VIRGEM em meio copo de água morna e ingerir. O sabor é da água de coco ingerida nas praias brasileiras.

Pode ser usado ainda como creme para a pele ou nos cabelos pois hidrata e amacia. Importante salientar que a orientação dos especialistas é de que seja consumido o equivalente até três colheres de sopa ao dia.

Quanto as diferenças entre o EXTRA VIRGEM e VIRGEM estas estão basicamente no aroma, cor e sabor pois sendo resultado da prensa a frio que envolve a película marrom que encobre a copra (carne) do coco e torna-se mais amarelo e tem gosto e sabor menos acentuado. As propriedades medicinais estão presentes nos dois tipos e o ÓLEO VIRGEM é mais indicado para a culinária por interferir menos no sabor dos alimentos.

Podem ser usados como coadjuvante na dieta de emagrecimento e podemos afirmar que se ingerido conforme orientação dos especialistas, sem sombra de dúvida vai contribuir muito com a redução de peso, com a eliminação de pelo menos 4 a 5 quilos de toxinas que normalmente temos estocadas  nos intestinos. Também por ser termogênico aumenta o metabolismo facilitando a queima de gordura. Vale lembrar  aqui que o ÓLEO DE COCO EXTRA VIRGEM e VIRGEM não se acumulam no nosso organismo, portanto não engordam e não tem contra indicação.

Mas é sempre bom lembrar que o ÓLEO DE COCO EXTRA VIRGEM  não é remédio e sim um complemento alimentar. Também é conveniente lembrar que 90% das gorduras que nosso organismo retem são provenientes dos chamados óleos de cozinha tipo refinados, pois após ingeridos nosso organismo não os reconhece como gordura para gerar energia e assim ficam acumulados e torna-se difícil sua eliminação. Seria conveniente então sua substituição por gordura de coco ou gordura de porco que são mais saudáveis e são eliminadas com  mais facilidade.