Larissa Zorzella 10 min. 15 min.

Como base de um bom prato brasileiro do dia-a-dia, duas coisas não pode faltar, arroz e feijão, um casamento perfeito e feliz. Além de ser uma mistura saborosa esse encontro do arroz com feijão assegura um invejável arranjo de nutrientes. O que falta em um o outro completa. Unidos, oferecem uma excelente combinação proteica.

Fazer o pré-preparo é muito importante, pois além de facilitar o cozimento evita sentir o incômodo de formação de gases após as refeições. Isso porque o feijão contém oligossacarídeos, que nosso organismo não consegue digerir, e no intestino, é fermentado por bactérias, causando flatulência. Para evitar o problema, o ideal é fazer o remolho. Hoje vou ensinar duas formas para ser feito.  Esse procedimento ajuda a eliminar os oligossacarídeos. Fica a dica!

feijao

Remolho Frio: 3 porções de água para 1 de feijão. Coloque de molho por 8 a 12 horas, despreze a água, lave e cozinhe com nova água.

Remolho Quente: 3 porções de água para 1 de feijão. Cozinhe em panela de pressão por 2 minutos, desligue e deixe descansar por 30 min. Despreze a água, lave e cozinhe com nova água.